Porque Baden Powell usou a Flor de Lis para o emblema dos Escoteiros?

“O emblema Flor de Lis, símbolo de paz e pureza. Na Índia antiga simbolizava a vida e a ressurreição, enquanto que no Egito era um atributo ao Deus Horus. Alguns anos atrás, enquanto era ajudante de campo em meu Regimento, descobri que alguns jovens recrutas eram pouco melhores do que rapazes meio educados. Após alguns anos, quando comandava um esquadrão de cavalaria na Irlanda, treinei os meus homens a serem “Exploradores”, além dos seus deveres ordinários de combater nas fileiras. Ensinei-os a encontrar o seu caminho através de territórios desconhecidos, lendo, desenhando mapas e redigindo relatórios daquilo que tinham visto, cada homem por si, de noite e de dia, a atravessar rios com os seus cavalos, cozinhar a sua comida, seguir rastos e a manterem-se camuflados enquanto observavam o inimigo. Pensei que algum mérito lhes era devido e consegui autorização para conceder a cada homem que se qualificasse como “Explorador”, um emblema que o distinguisse. Escolhi a Flor de Lis, que apontava o norte nas bússolas, pois, tal como o compasso, estes exploradores podiam mostrar o caminho certo para atravessar um território desconhecido. Quando os Escoteiros começaram, anos mais tarde, usei o mesmo emblema para eles, pois, tal como os exploradores militares, os Escoteiros podiam prestar um serviço igualmente valioso ao seu país".

Baden Powell

Comentários

Postagens populares